Editora e Distribuidora
 CAMPANHA 10% DESCONTO: Desconto de 10% em todos os títulos.
Quinta-feira 26 de Abril de 2018    
Noticias
 
4 de Junho de 2004 D. Manuel II, e a Nobreza - Títulos autorizados no Exílio (1910 - 1932)

 

In Jornal "O DIA", secção "CULTURA & ESPECTÁCULOS", de Sexta, 4 de Junho 2004, n.º 3688, pág. 29.


Nova obra de Lourenço Correia de Matos
D. Manuel II, e a Nobreza - Títulos autorizados no Exílio (1910 - 1932)

"Durante 22 anos de exílio o Rei D. Manuel autorizou o uso de títulos a 211 titulares. Lourenço Correia de Matos analisa, um por um, por ordem alfabética, reunindo toda a informação sobre cada autorização Régia e, sempre que possível, publicando documentação inédita. A obra aborda ainda o processo de autorização de uso de títulos, o papel dos intermediários do Rei para estes assuntos e apresenta a opinião que D. Manuel II manifestava aos mais próximos sobre esta temática, num interessante capítulo intitulado "Os títulos nas palavras do Rei"."

A biografia do último Rei de Portugal tem sido pouco estudada entre nós e muito do que se pode saber está disseminado por arquivos particulares que, felizmente, pouco a pouco se vão abrindo aos historiadores. As relações de D. Manuel II com a nobreza portuguesa, nomeadamente com os titulares, é objecto da última obra de Lourenço Correia de Matos.

Lourenço Correia de Matos que tem contribuído decisivamente com os seus trabalhos para a clarificação de assuntos relevantes para o estudo das regras dessa classe social, detem-se aqui na complexidade das relações de um Rei expatriado com a sua nobreza, num período de transformações radicais em Portugal.
Durante 22 anos de exílio o Rei D. Manuel autorizou o uso de títulos a 211 titulares. Lourenço Correia de Matos analisa, um por um, por ordem alfabética, reunindo toda a informação sobre cada autorização Régia e, sempre que possível, publicando documentação inédita.
A obra aborda ainda o processo de autorização de uso de títulos, o papel dos intermediários do Rei para estes assuntos e apresenta a opinião que D. Manuel II manifestava aos mais próximos sobre esta temática, num interessante capítulo intitulado "Os títulos nas palavras do Rei". Completam este estudo, de 166 páginas, fotografias de alguns titulares bem como um índice onomástico dos agraciados com as autorizações do Rei.

Voltar

©2004 Dislivro, Lda.